logo
Léo Magalhães é processado por calote

Edmundo Pedroso, dono da loja de automóveis ‘All Motors’, de Goiânia, está acusando o cantor Léo Magalhães de ter comprado uma Ferrari Modena 360, em 2016, e ter pago o carro com cheques sem fundos. O processo está correndo na 6ª Vara Cível da cidade.

Em nota divulgada pela assessoria, Léo disse que passados 60 dias da compra do automóvel, ele foi alertado que o carro havia sido batido com danos sérios na parte estrutural. Como isso não foi informado na compra, propôs a devolução do carro. Sem acordo entre as partes os cheques foram sustados por desacordo comercial. Desde então, o carro permanece guardado e sem uso até que haja um parecer da justiça.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade